mensagens

Nossa verdadeira necessidade

“Depois ele entrou numa casa, e novamente aglomerou-se uma multidão, de modo que não podiam nem mesmo comer. Quando seus familiares souberam disso, saíram para impedi-lo, pois diziam: Ele está fora de si. E os escribas que tinham descido de Jerusalém diziam: Ele está possuído por Belzebu. É pelo chefe dos demônios que expulsa os demônios. Então Jesus os chamou e lhes disse por parábolas: Como pode Satanás expulsar Satanás? Se um reino estiver dividido contra si mesmo, tal reino não poderá subsistir. Se uma casa estiver dividida contra si mesma, tal casa não poderá subsistir. E se Satanás se opõe a si mesmo e está dividido, não poderá subsistir; mas chegou o seu fim. Pois ninguém pode entrar na casa do valente e roubar-lhe os bens sem que primeiro o amarre; então lhe saqueará a casa. Em verdade vos digo: Todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, bem como todas as blasfêmias que proferirem, mas quem blasfemar contra o Espírito Santo nunca mais terá perdão; mas será culpado de pecado eterno. Pois diziam: Ele está possuído por um espírito impuro. Marcos 3:20-30”

 

Lembro-me de uma ocasião em minha infância que passávamos por uma fase bem difícil, e pude ver por muitas vezes minha mãe deixando de se alimentar para nos servir o pouco que tinha, para que tivéssemos o que comer. A atitude de renúncia de minha mãe em nosso favor marcou profundamente minha vida.

No texto que lemos Jesus estava em casa com seus discípulos recém escolhidos e com eles uma multidão, a ponte da refeição tão merecida depois de um dia de trabalho se tornar secundária. A entrega de Cristo ao ministério chegou ao ponto de preocupar sua mãe e seus irmãos. Mesmo sem comer e descansar o mestre não deixou de priorizar o reino de Deus e de ensinar as boas notícias aos seres humanos, pois para ele, mais importante que a necessidade pessoal era fazer a vontade de Deus. “A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e completar a sua obra”. Jo. 4.34.

Por vezes a nossa necessidade pessoal toma a frente da nossa missão prioritária que é fazer a vontade de Deus, como agentes de Cristo em favor dos perdidos. O exemplo de renúncia em favor do próximo deixado por Jesus deveria nos sensibilizar e fazer pensar no grau de importância que damos ao reino de Deus.

Pr. David Willians H. Pena

Igreja
batista
   ágape

- Barreirinha | R. Manoel Aristídes de Farias, 568 - Barreirinha, Curitiba - PR, 82650-390

​- Guarujá | R. Pref. João Batista Stocco, 667, Jd. Guarujá, Colombo - PR, 83407-734

©2019 by Igreja Batista Ágape